Veja mais em nosso Blog

Investir em ações é simples e seguro. Veja mais sobre o tema!

Quer começar a investir em ações? Veja esse artigo e comece ainda hoje a investir nas maiores empresas do Brasil.

Logo Somas
Equipe Somas - Lorraine Moreira
*Atualizado em 24 de março, 2022

COMPARTILHE:

Como investir em ações em 2022?Como investir em ações em 2022?

Você começou agora e está em busca de investimentos para iniciantes? Descubra como aplicar em ações e consiga fazer uma caterira diversificada-use nossa ferramenta e monte uma estratégia.


O que são ações?


Correspondem a partes de uma empresa, sendo que aqueles que as detêm são chamados de acionistas.

Todas as empresas possuem ações, mas nem todas as negociam na bolsa de valores.

O ativo pertence à renda variável e outro nome que recebe é “papel”, uma vez que antigamente aquele que o adquirisse, recebia um documento para a comprovação da posse.

As companhias optam por levar ao mercado financeiro a fim de captar recursos e como consequência, expandir. Além disso, recebem visibilidade porque elas são amplamente vistas. Também ganham valor de mercado e se tornam mais interessantes para investidores.

Por fim, é importante ressaltar que oferece rendimentos compostos-use nossa calculadora de juros compostos.


O que é bolsa de valores?


É o ambiente em que as operações de diferentes ativos ocorrem , inclusive, as ações.

Quando se trata de empresas pequenas não listadas na bolsa, a negociação é feita no mercado de balcão.


Estratégias para investir em ações



Day trade

Consiste na compra e venda de papéis no mesmo dia, feita pela mesma pessoa e usando a mesma conta.

Por ser uma opção que confere um prazo extremamente pequeno, o risco acaba sendo maior.


Curto prazo

Trata-se dos investimentos que ficam aplicados por até 12 meses. A venda vai se pautar na melhor oportunidade encontrada e portanto, há necessidade de um acompanhamento do ativo.

Caso você vise resgatar seu dinheiro nesse tempo, é preciso procurar opções que ofereçam alta liquidez.

Confira tipos de investimentos que geram rentabilidade em intervalos curtos a partir do nosso texto.


Longo prazo

Um período maior é geralmente indicado quando se trata das ações. Isso se deve a expectativa da empresa que recebeu os investimentos aumentar seu patrimônio ao passar do tempo-sendo difícil apresentar grandes resultados em um intervalo pequeno.

Além disso, por ser volátil, uma vez que está suscetível a oscilação. Nesse sentido, é interessante ter a possibilidade de deixar suas aplicações por um período maior, já que depois de um tempo o preço pode subir novamente.


Dividendos

Além da valorização das ações, outro motivo que costuma cativar as pessoas é o dividendo.

Ele consiste na divisão do lucro líquido entre os investidores. Sendo que o pagamento pode acontecer em diferentes prazos, a depender do que foi predefinido.

Através dos dividendos, alguns indivíduos conseguem viver de renda. Normalmente é uma boa alternativa quando a empresa já está estabelecida no mercado.


Long short

Nesse caso, o investidor opta por vender as ações e posteriormente, quando estiverem desvalorizadas, comprá-las novamente.

A intenção é ganhar dinheiro no meio tempo de subtração. Observe o exemplo para compreender melhor:

Uma pessoa possui 10 ações e cada uma vale R$10, ele resolve vendê-las. Em certo momento, há uma desvalorização e cada papel começa a custar R$5. O indivíduo resolve comprar novamente e assim garante um lucro de R$50.

Monte seu plano para aposentadoria.

Encontre um assessor de investimentos da XP para ajudar com suas finanças através da Somas.

Suas informações estão seguras com a Somas.


Vantagens


  • Possibilidade de receber rentabilidade maiores do que na renda fixa

  • Permite a aplicações de valores baixos


Desvantagens


  • Oscilações no preço

  • Incerteza sobre o retorno, já que há riscos


Riscos



Sistemático

É aquele que afeta toda a economia e, normalmente, está atrelado a políticas ou questões macroeconômicas. Ou seja, foge do poder da empresa, já que os problemas acontecem no campo externo.


Não sistemático

Confere aos riscos presentes em partes restritas - afeta um setor econômico específico ou apenas a empresa.

Até a própria gestão da companhia pode entrar nessa categoria: quando o serviço não é bem executado, prejudica a performance da empresa e como consequência, as ações.


Como escolher?


Antes de mais nada, cadastre-se na assessoria de investimentos da XP. Com isso, você pode melhorar significativamente sua performance.

Existem duas formas de analisar e posteriormente tomar sua decisão, as quais estão nos tópicos seguintes:


Análise técnica

Refere-se a análise da performance dos preços no mercado a partir de gráficos. O período observado é de médio a longo prazo.


Análise fundamentalista

É a que verifica os aspectos que ditam como a empresa vai estar a longo prazo. Por isso, há uma preocupação com as características dela.

Dependendo do modelo de negócio, projetos, valores, diferenças que oferece, perspectiva de crescimento e outros pontos, a companhia pode ser uma boa aposta a longo prazo.

Mas vale lembrar do top down, o qual dita que os fatores macroeconômicos devem ser observados anteriormente.. Depois disso, os detalhes sobre a empresa são vistos.


Riscos


Uma das questões centrais é a chance de perder o valor aplicado por conta das oscilações.

A volatilidade faz com que os preços sejam alterados todos os dias, o que pode assustar algumas pessoas.

Além disso, há a chance da própria economia se configurar como um risco ao mercado.


Quanto custa investir em ações


Você consegue começar a investir com valores baixos. Existem preços de R$8 por papel, por exemplo.

Vale lembrar que a negociação pode ser feita em lotes de 100 ações. Supondo que cada uma custe R$50, seria preciso R$5 mil para comprar tudo.


Gastos



Taxas de corretagem

Nos momentos de compra ou venda do ativo, haverá um custo para o investidor. O qual pode aparecer com um preço fixo. Vale pontuar que ele é zerado dependendo da empresa que você contratou.


Custódia

Existe uma remuneração pelo serviço de guarda das ações prestado por uma corretora. No entanto, algumas não fazem a cobrança.


Tributação

Outra questão a ser observada são os descontos advindos da tributação, como o Imposto de Renda (IR).

Suas informações estão seguras com a Somas.


Como começar a investir?


O primeiro passo é descobrir seu perfil de investidor, através dele você consegue entender se as ações são a escolha mais adequada ou se deve optar por renda fixa, por exemplo-outras questões impactam na sua decisão, para saber onde investir, leia o artigo feito pela Somas.

Além disso, você deve associar seu objetivo ao valor. Por isso, use nosso simulador de meta financeira e posteriormente, observe o prazo e rendimento necessário para adquirir o que quer.

Feito isso, chegou o momento de encontrar uma boa corretora. Preocupar-se com o serviço, atendimento prestado, segurança e custos é necessário-confira nosso artigo sobre a XP e analise se pode ser interessante para você.

Depois, cadastre-se e espere pela aprovação. Em sequência, leia mais sobre as ações, estude sobre o mercado e a empresa em que você quer investir.

Por fim, precisará efetuar o pagamento pelo papel.


Dicas importantes


  • Fazer aportes de forma contínua é interessante, principalmente nos casos em que você possui pouco dinheiro e é iniciante. Criar esse hábito é essencial para continuar tendo controle financeiro e aumentar seus recursos de acordo com o tempo.

  • Estudar sobre o mercado de ações é crucial para obter êxito na função. Por isso, continue acessando a Somas e conferindo nossos conteúdos.

  • Atente-se às indicações feitas por pessoas que não são especialistas. É sempre importante que você faça os estudos e recorra a quem sabe sobre o assunto.


Conclusão


As ações são ativos interessantes para aqueles que desejam a renda variável. No entanto, você deve conferir se ela é a melhor opção para seus objetivos e perfil de investidor.

Feito isso, estudar a respeito desse mercado se torna a atividade mais relevante, já que você irá conseguir melhores resultados e independência nas escolhas.

Não se esqueça de conferir os conteúdos e ferramentas da Somas. Um interessante é a ”calciladora CDI” .


Veja mais sobre investimentos:

Diariamente novos artigos especialmente produzidos por nossa equipe para que você possa tomar decisões financeiras mais inteligentes

14 de novembro, 2022
Blindagem Patrimonial: o que é e como fazer? (2022)

Blindagem patrimonial é um procedimento para a proteção do patrimônio de pessoas físicas a partir do poder jurídico.

14 de novembro, 2022
Renda Passiva: o que é e como conseguir? (2022)

A renda passiva é o valor adquirido por meio de investimentos em produtos financeiros. Veja como obter e complementar sua renda.

14 de novembro, 2022
WACC: o que é, para que serve e como realizar esse cálculo? (2022)

O custo médio ponderado de capital é um instrumento importante para detentores de títulos de empresa. Veja mais sobre o assunto.

14 de novembro, 2022
Fundo Fiduciário: o que é e como funciona? (2022)

Fundo fiduciário é um contrato feito para a transferêcia de patrimônio de famílias ou empresas. Veja mais sobre o assunto nesse artigo.

14 de novembro, 2022
Deflação: o que é e como ela impacta os seus investimentos? (2022)

Deflação é o oposto de inflação. Saiba as vantagens e desvantagens de investir no cenário de queda de preços.

14 de novembro, 2022
Fundo Previdenciário: o que é e vale a pena? (2022)

Fundo previdenciário é um plano de previdência privada administrado por empresas do setor financeiro. Veja mais sobre o assunto.

10 de novembro, 2022
Índice futuro: o que é e qual sua importância? (2022)

O índice futuro é um contrato de derivativo operado por especuladores no mercado futuro.

10 de novembro, 2022
Joint Venture: o que é e como funciona? (2022)

Joint Venture é o acordo legal firmado entre duas empresas para conquistar um objetivo específico.

10 de novembro, 2022
Modelagem Financeira: entenda o que é e sua importância (2022)

A modelagem financeira é um sistema que projeta a capacidade de uma empresa de gerar caixa no futuro.

10 de novembro, 2022
Balanço Patrimonial: o que é e como analisar uma empresa através? (2022)

Balanço patrimonial é uma demonstração financeira que apresenta a saúde financeira de uma companhia.

10 de novembro, 2022
Payroll: o que é qual sua importância no mercado? (2022)

Payroll é o principal indicador de empregos da economia dos Estados Unidos. Veja mais sobre e os impactos no mercado.

10 de novembro, 2022
Trade Off: o que é? (2022)

Trade off é escolher algo em detrimento de outra opção. Veja exemplos práticos e entenda mais sobre.

10 de novembro, 2022
Valor Patrimonial: o que é? (2022)

O valor patrimonial é um indicador resultante da divisão do patrimônio líquido da empresa pelo número de ações.

10 de novembro, 2022
Value Investing: o que é e como utilizar? (2022)

O value investing é uma forma de avaliar ações listadas na Bolsa de Valores. Veja mais sobre como utlizar essas técnicas.

10 de novembro, 2022
Wealth Management: o que é e como funciona? (2022)

Wealth Management é uma gestão de patrimônio com diferentes serviços relacionados a finanças para pessoas com elevado poder aquisitivo.

Acesse nosso Blog

Acesse nosso conteúdo e saiba mais sobre finanças pessoais, economia e assuntos diversos.

Toda semana artigos novos especialmente produzidos por nossa equipe para que você possa tomar decisões financeiras mais inteligentes

Acesse nossos simuladores e conteúdos para melhorar o seu planejamento financeiro

Nosso próposito é ajudar nossos usuários a tomarem decisões financeiras mais inteligentes.