Veja mais em nosso Blog

Conversor de taxa anual para mensal e taxa mensal para anual

Veja como calcular a taxa anual para mensal e use nossa ferramenta que fará o cálculo automático para você.

Logo Somas
Equipe Somas - Lorraine Moreira
*Atualizado em 23 de maio de 2022

COMPARTILHE:

O que você verá nesse artigo:

Taxa de jurosComo transformar a taxa de juros anual em mensal?

Saber transformar a taxa de juros anual em mensal é algo extremamente importante para aqueles que desejam investir ou contratar empréstimos pessoais ou para a empresa, por exemplo.

Mas isso se torna um grande desafio para a maioria dos brasileiros. Os quais não possuem conhecimento sobre o que são os juros e nem como convertê-los de um período para outro.

Quando o assunto é os compostos, a questão fica ainda mais complicada. O problema central disso é que eles são determinantes para aumentar seu faturamento nos investimentos ou fazer você pagar mais em uma contratação de crédito.

Pensando na importância desse tema, criamos este artigo. O qual será responsável por sanar suas dúvidas: O que são? Como fazer a operação matemática? Além de disponibilizarmos um conversor da taxa anual para a mensal. Ficou curioso? Confira:


Conversão de taxa anual para mensal e taxa mensal para anual para juros compostos


Quando se trata dos juros compostos, dividir a cobrança anual por 12 não será suficiente. Isso porque, o juro incide sobre o juro anterior.

Use o conversor exclusivo da Somas para trazer sua taxa anual para a base mensal:

CONVERSOR DE TAXA DE JUROS ANUAL PARA MENSAL

%

Taxa Mensal:

Caso necessite converter a taxa mensal para anual, use nossa ferramenta abaixo:

CONVERSOR DE TAXA DE JUROS MENSAL PARA ANUAL

%

Taxa Anual:


O que são os juros?


O juro é uma cobrança pelo empréstimo de dinheiro ou investimento. Ou seja, quando um banco concede crédito, por exemplo, ele pretende receber algo em troca do seu produto, o qual é o valor original ajustado com juros.

Essa mesma lógica serve para quando alguém investe: ao colocar o dinheiro em certo ativo, busca-se o retorno.

A fim de exemplificar melhor essa situação, pode-se utilizar o exemplo de que uma pessoa investiu no Tesouro Direto Prefixado. Ou seja, emprestou dinheiro para o governo. Ela não deseja receber o valor original, mas sim o que investiu acrescido dos juros.

Suas informações estão seguras com a Somas.

Outra informação importante é que as taxas podem aparecer em duas formas diferentes: simples e compostas. Entender o que ambos são é crucial. Isso porque, dependendo de qual for, seu investimento pode ter um grande acréscimo. Além dessa questão, encarecer seu crédito é uma possibilidade, fazendo com que você pague mais. Por isso, segue a explicação de cada um:


Juros Simples


Os juros simples são as taxas que incidem sobre o capital inicial. Ou seja, a base do cálculo é o valor inicial da dívida.


Juros Compostos


Os juros compostos são aqueles que incidem sobre a taxa do mês anterior. Por conta disso, são chamados de juros sobre juros. E é nesse caso que o empréstimo encarece e também, há maior lucro em um investimento.

Para compreender melhor a explicação, veja o exemplo abaixo:

Em uma aplicação de R$ 100,00, com juros de 10%, os resultados de juros simples e composto são:

Mês Juros Simples Juros Compostos
1 R$ 100,00 R$ 100,00
2 R$ 110,00 R$ 110,00
3 R$ 120,00 R$ 121,00
4 R$ 130,00 R$ 133,10
5 R$ 140,00 R$ 146,41
6 R$ 150,00 R$ 161,05
7 R$ 160,00 R$ 177,15

Como já dito, os juros compostos crescem mais ao longo do tempo se comparado com o simples..

Por isso, são ideais para investimentos de longo prazo, gerando mais dinheiro para o responsável por essa operação.

Por outro lado, quem possui empréstimo com as taxas compostas, tende a pagar mais. Isso se deve ao mesmo motivo mencionado anteriormente: eles vão ficando mais caros ao longo do tempo. Lembrando que a maioria das instituições financeiras optam por essa cobrança.

Algumas pessoas, sem educação financeira, observam a diferença como algo extremamente pequeno, principalmente no começo. No entanto, a longo prazo a taxa composta cria uma proporção gigantesca. E se por um lado será ótima para quem investe, por outro será péssima para quem possui a contratação de um empréstimo.

Em outras palavras, os juros compostos e simples não apresentam grandes diferenças no início. Mas ao longo do tempo vão gerando distanciamento..

Monte seu plano para aposentadoria.

Encontre um assessor de investimentos da XP para ajudar com suas finanças através da Somas.

Suas informações estão seguras com a Somas.


Cálculo para juros simples


Para os juros simples, você pegará a taxa anual e a dividirá por 12. Confira o exemplo:

  1. Taxa anual de 36%
  2. 36/12= 3%

Nesse caso, a taxa mensal é de 3%.


Calculadora Financeira


Também é possível efetuar a conta usando calculadoras financeiras. Basta saber o modelo dela e pesquisar o passo a passo. Já que com a mudança do objeto, tende a alterar a maneira que se faz.

Mas como a hp 12c é a mais usual, deixaremos aqui a descrição de como obter o resultado, no caso dos compostos, com ela:

  1. Digite a taxa anual e clique em “i”
  2. Tecle 1 em PV
  3. Digite o número, clique em “n” e sem seguida, no “FV”
  4. Digite 12 e clique em “n”
  5. Clique em i
  6. Automaticamente aparecerá o resultado da taxa mensal.

Veja mais sobre investimentos:

Diariamente novos artigos especialmente produzidos por nossa equipe para que você possa tomar decisões financeiras mais inteligentes

14 de novembro, 2022
Blindagem Patrimonial: o que é e como fazer? (2022)

Blindagem patrimonial é um procedimento para a proteção do patrimônio de pessoas físicas a partir do poder jurídico.

14 de novembro, 2022
Renda Passiva: o que é e como conseguir? (2022)

A renda passiva é o valor adquirido por meio de investimentos em produtos financeiros. Veja como obter e complementar sua renda.

14 de novembro, 2022
WACC: o que é, para que serve e como realizar esse cálculo? (2022)

O custo médio ponderado de capital é um instrumento importante para detentores de títulos de empresa. Veja mais sobre o assunto.

14 de novembro, 2022
Fundo Fiduciário: o que é e como funciona? (2022)

Fundo fiduciário é um contrato feito para a transferêcia de patrimônio de famílias ou empresas. Veja mais sobre o assunto nesse artigo.

14 de novembro, 2022
Deflação: o que é e como ela impacta os seus investimentos? (2022)

Deflação é o oposto de inflação. Saiba as vantagens e desvantagens de investir no cenário de queda de preços.

14 de novembro, 2022
Fundo Previdenciário: o que é e vale a pena? (2022)

Fundo previdenciário é um plano de previdência privada administrado por empresas do setor financeiro. Veja mais sobre o assunto.

10 de novembro, 2022
Índice futuro: o que é e qual sua importância? (2022)

O índice futuro é um contrato de derivativo operado por especuladores no mercado futuro.

10 de novembro, 2022
Joint Venture: o que é e como funciona? (2022)

Joint Venture é o acordo legal firmado entre duas empresas para conquistar um objetivo específico.

10 de novembro, 2022
Modelagem Financeira: entenda o que é e sua importância (2022)

A modelagem financeira é um sistema que projeta a capacidade de uma empresa de gerar caixa no futuro.

10 de novembro, 2022
Balanço Patrimonial: o que é e como analisar uma empresa através? (2022)

Balanço patrimonial é uma demonstração financeira que apresenta a saúde financeira de uma companhia.

10 de novembro, 2022
Payroll: o que é qual sua importância no mercado? (2022)

Payroll é o principal indicador de empregos da economia dos Estados Unidos. Veja mais sobre e os impactos no mercado.

10 de novembro, 2022
Trade Off: o que é? (2022)

Trade off é escolher algo em detrimento de outra opção. Veja exemplos práticos e entenda mais sobre.

10 de novembro, 2022
Valor Patrimonial: o que é? (2022)

O valor patrimonial é um indicador resultante da divisão do patrimônio líquido da empresa pelo número de ações.

10 de novembro, 2022
Value Investing: o que é e como utilizar? (2022)

O value investing é uma forma de avaliar ações listadas na Bolsa de Valores. Veja mais sobre como utlizar essas técnicas.

10 de novembro, 2022
Wealth Management: o que é e como funciona? (2022)

Wealth Management é uma gestão de patrimônio com diferentes serviços relacionados a finanças para pessoas com elevado poder aquisitivo.

Acesse nosso Blog

Acesse nosso conteúdo e saiba mais sobre finanças pessoais, economia e assuntos diversos.

Toda semana artigos novos especialmente produzidos por nossa equipe para que você possa tomar decisões financeiras mais inteligentes

Acesse nossos simuladores e conteúdos para melhorar o seu planejamento financeiro

Nosso próposito é ajudar nossos usuários a tomarem decisões financeiras mais inteligentes.