Veja mais em nosso Blog

Capital de giro: o que é e como calcular?

Nossa equipe resumiu as principais informações que você precisa saber para entender de uma vez por todas o que é e como calcular o capital de giro da sua empresa.

Logo Soma$
Equipe Somas
30 de março, 2021

COMPARTILHE:


Igpm e IpcaEntenda com a ajuda da Somas a maneira correta de realizar a sua projeção de necessidade de capital de giro

Muitos brasileiros(as) possuem o sonho de ter independência de chefe e liberdade para tomar as decisões profissionais de acordo com o que acha mais certo no momento, sem influências externas. O caminho mais rápido, porém não necessariamente sem obstáculos, é abrir o seu próprio negócio.

Porém, antes de executar o plano do seu novo negócio ou mesmo analisar a situação do seu negócio existente, é necessário realizar um planejamento de quanto irá gastar, previsão de receita, fluxo de caixa, prazo médio de recebimento das vendas e necessidade de capital de giro para que a sua empresa não tenha momentos em que você terá caixa negativo, o que poderá acarretar em altas taxas de juros com cheque especial ou mesmo com antecipação de recebíveis.

Para ter o plano mais correto, você precisa seguir alguns passos importantes para não ter nenhuma surpresa futura. Vamos começar explicando como realizar o cálculo correto de quanto precisará de caixa para o seu negócio.

Acessse nossa ferramenta de: Quanto Preciso de Caixa para meu Negócio para ter uma visão correta da sua necessidade de caixa atual. Fazemos uma análise completa gratuita para você saber quanto precisa de caixa no momento para sua projeção. Inclusive, seguimos a mesma linha de racíocinio que utlizamos nesse artigo.


Como calcular a necessidade de capital de giro?

O primeiro passo será você realizar o cenário que gostaria de projetar. Você pode escolher alguns meses ou mesmo anos. Importante utilizar um prazo mais longo para que você possa planejar-se com antecedência e dessa forma, conseguindo obter melhores condições de financiamento, já que provavelmente a sua empresa estará com uma saúde financeira melhor caso você consiga obter o empréstimo para capital de giro em um momento em que seu caixa estiver mais robusto.

Após definido a projeção que gostaria de fazer, o próximo passo será verificar qual o caixa atual da empresa, subtraindo (caso a empresa possua despesas com investimentos iniciais ou CAPEX – capital expedintures) do caixa esses custos iniciais. Para ajudar no entendimento, iremos realizar uma simulação ao longo dos próximos parágrafos para que você possa entender de forma mais clara o conceito de capital de giro.

Nesse caso hipotético, o seu caixa inicial para a projeção é de R$ 200.000 e você possui um gasto inicial com compra de maquinário de R$ 50.000, logo, o valor a considerar de caixa inicial é de R$ 150.000 (lembre-se desse valor, pois iremos utilizar esse cenário adiante).

Definido o caixa inicial, você precisará projetar a receita que terá durante o período. Há diversas forma de realizar esse projeção.

VEJA AS MELHORES OPÇÕES DE EMPRÉSTIMO PARA SEU NEGÓCIO:

Instituição Ranking Somas Valor Mínimo
(em R$)
Valor Máximo
(em R$)
Taxa Mensal
a partir de:
Prazo Máximo Operação Mínima Faturamento Mínimo
(em R$)
Garantia Solicite em Análise Completa
Iouu

Iouu

5 / 5
25.000
200.000
1,30%
ao mês
24
meses
24
meses
6.750
ao mês
Não exigida
Solicite
no site da Iouu*
Iouu
Biz Capital

Biz Capital

5 / 5
500
400.000
1,68%
ao mês
24
meses
12
meses
10.000
ao mês
Não exigida
Solicite
no site da Biz Capital*
Biz Capital
Gyra+

Gyra+

4,5 / 5
10.000
100.000
1,99%
ao mês
24
meses
12
meses
10.000
ao mês
Não exigida
Solicite
no site da Somas*
Gyra+
Tomático

Tomático

4,5 / 5
5.000
200.000
2,50%
ao mês
12
meses
12
meses
5.000
ao mês
Recebíveis
Solicite
no site da Tomático*
a55

a55

4,5 / 5
20.000
2.000.000
2,00%
ao mês
24
meses
12
meses
20.000
ao mês
Não exigida
Solicite
no site da a55*
a55
Tutu Digital

Tutu Digital

4,5 / 5
7.000
2.000.000
1,99%
ao mês
24
meses
12
meses
12.000
ao mês
Não exigida
Garantia Auto
Solicite
no site da Tutu Digital*
Tutu Digital
ulend

uLend

4,0 / 5
50.000
1.000.000
1,29%
ao mês
24
meses
24
meses
100.000
ao mês
Não exigida
Solicite
no site da Somas*

A Somas Tecnologia Ltda. (CNPJ: 40.500.032/0001-70) não é uma instituição financeira e não realiza quaisquer operações de crédito ou de consultoria e assessoria de investimentos diretamente. Somos uma plataforma que facilita o acesso de clientes a produtos e serviços oferecidos por nossos parceiros, incluindo instituições financeiras e agentes autônomos de investimento, entre outros.

A Somas é um buscador de crédito 100% online que facilita o acesso dos clientes a produtos e serviços ofertados por nossos parceiros.


Estimativa de Receitas

Caso você não possua um negócio, essa projeção será realizada de acordo com suas premissas, quanto mais próximo for da realidade, mais preciso será o seu cálculo para capital de giro necessário. Lembre-se de considerar sazonalidade do seu produto / serviço e incluir uma estimativa pessimista na sua conta, pois melhor estar preparado para o vendaval, do que construir a proteção durante a tempestade.

No cenário de você já possuir o negócio, você poderá realizar essa projeção de receita de diversas formas, porém, aconselhamos utilizar uma média de receita dos últimos 12 meses, ajustado pelo crescimento médio de receita ao mês desse período. Não temos uma regra específica para esse cenário, pois cada negócio possui suas particularidades e sazonalidade de receitas, portanto, tente fazer o exercício de previsão de receita que seja mais fiel ao seu cenário atual.

Voltando ao cenário que estamos trabalhando, lembrando que temos R$ 150.000 no caixa inicial, após a análise de cenário e premissas de receita que fizemos, entendemos que no ano 1 nossa receita projetada será de R$ 600.000 e considerando que estamos buscando fazer uma análise para um período de anos, precisamos também considerar uma estimativa de crescimento de receita ao ano. Nesse caso, iremos utilizar uma taxa de crescimento de receita para o ano 2 de 10%. Logo, a receita no ano 2 será de R$ 660.000.

Estimativa de Custos Fixos e Variáveis

Definido as estimativas de receitas, o próximos passo para a realização de uma projeção de caixa correta é estimar os custos fixos e variáveis de nossa operação.


Custos Fixos

Como o nome já diz, os custos fixos são despesas com uma previsibilidade maior e mais fáceis de incluir em nosso planejamento. Exemplos de custo fixo para uma empresa: energia, salário, contador, aluguel e outros. Você deverá incluir todos esses custos na sua conta e é muito importante que esteja o mais próximo possível da realidade, já que esses custos terão um grande impacto no seu caixa.

No caso de não possuir ainda uma empresa, você deverá utilizar premissas. Tente ser o mais fiel possível, realizando pesquisas com fornecedores e planejando de forma correta os gastos que terá.

Em nosso cenário, apenas recapitulando, tínhamos de caixa inicial R$ 200.000, com um gastos inicial de R$ 50.000, dessa forma resultando em R$ 150.000 o caixa para o inicio da análise. Além disso, projetamos uma receita de R$ 600.000 no ano 1 com uma taxa de crescimento da receita para o ano 2 de 10%, ou R$ 660.000 para o ano 2.

Acrescentando na análise acima, o nosso custo fixo estimado com nossa empresa é de R$ 200.000 para o ano 1 e com um crescimento de 10% para o ano 2 - R$ 220.000.


Custos Variáveis

Os custos variáveis são os responsáveis pela a maior imprevisibilidade de sua projeção de caixa. Há diversos tipos de custos variáveis, como por exemplo: custo de mercadoria vendida, despesas com marketing e outros custos que você não projetou ou que não impactam seu caixa de forma linear.

Vamos supor que o seu custo variável seja de 50% dos valores de receita, logo, para o ano 1 será de R$ 300.000 e para o ano 2 será de R$ 330.000, resultando em um EBITDA ou LAJIDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização de dívida) de no ano 1 de R$ 100.000 e R$ 110.00 no ano 2.


Despesas Financeiras

Grande parte das empresas do Brasil, independente do tamanho, possuem dívidas que foram obtidas ao longo dos anos de operação. Essas dívidas possuem prazos e taxas de juros específicas de acordo com cada contrato de financiamento. De forma geral, as despesas financeiras são referentes às despesas para o pagamento dos financiamentos que sua empresa possua e compõe uma variável importante na determinação do valor de caixa que possua no final do período analisado.

No cenário em que estamos trabalhando, vamos supor que você contraiu uma dívida no seu primeiro ano de operação, com parcelas fixas para amortização de R$ 20.000 por mês, ou R$ 240.000 por ano. Logo, o seu EBITDA (definimos acima o conceito de EBITDA) será subtraído com os valores referente ao pagamento do financiamento.

O seu LAIR (lucro antes do imposto de renda) ou EBIT final será de um prejuízo de R$ 140.000 no ano 1 e R$ 130.000 no ano 2.


Impostos

Após definido o LAIR (lucro operacional), teremos a base de cálculo para aplicar para operações com lucro real e presumido. Porém, considerando que grande parte das empresas brasileiras possuem o Simples Nacional como regra tributária para apuração dos impostos, o cálculo do imposto devido no mês, será referente ao faturamento. Não vamos entrar aqui em detalhes de como realizar o cálculo do Simples Nacionalo, mas basicamente ele é uma combinação do faturamento mensal, faturamento anual e segmento de atividade. Mas, não se preocupe, temos ferramentas em nossa plataforma para realizar o cálculo automático do Simples Nacional - Calculadora Simples Nacional.

Voltando ao nosso cenário, considerando um faturamento de R$ 600.000 no ano 1 e R$ 660.000 no ano 2 no segmento de comércio, os valores respectivos de impostos a serem pagos por ano, considerando nossa empresa ser optante pelo Simples Nacional é de R$ 43.140 no ano 1 e de R$ 48.840 no ano 2.


Lucro ou Prejuizo do Período

O resutaldo do caixa no ano impactará diretamente no seu caixa anual. Caso você tenha um lucro, esses valores estarão somando ao seu caixa e caso tenha um prejuizo será da mesma forma.

Voltando ao exemplo, a empresa terá um prejuízo de R$ 183.140 no ano 1 e um prejuízo de R$ 178.840 no ano 2.


Necessida de Capital de Giro no período

Ao final do planejamento financeiro que criamos, você terá o valor necessário de capital de giro para o período. Para saber a necessidade de caixa hoje para conseguir cobrir o cenário atual, a basta trazer a necessidade de caixa da projeção para valor presente, utlizando uma taxa de desconto. Porém, não se preocupe, pois a Somas faz o cálculo para você. Utilize nossa ferramenta abaixo, e faça agora mesmo o cálculo para sua empresa.

Para finalizarmos o nosso exemplo, a necessidade de caixa atual para sua empresa é de para a projeção de 2 anos é de R$ 189.022,73.

Esperamos que possamos ajudar brasileiros(as) a realizarem um planejamento mais correto do capital de giro necessário e dessa forma possa ajudar empresas a evitarem um dos maiores riscos de falência, a falta ou descasamento de fluxo de caixa.

Para encontrar as melhores opções de capital de giro, acesse: Comparador de Capital de Giro.


Veja mais sobre finanças para sua empresa:

Toda semana novos artigos especialmente produzidos por nossa equipe para que você possa tomar decisões financeiras mais inteligentes

BNDES Crédito
06 de outubro, 2021
BNDES crédito para pequenas empresas

Saiba tudo sobre o crédito para pequenas empresas do BNDES e veja se ele é o ideal para seu perfil.

Empréstimo para Autônomo
16 de setembro, 2021
Saiba tudo sobre Empréstimo para Autônomo

Veja com a Somas como obter as melhores condições de empréstimo para autônomos

Melhores cidades de São Paulo
06 de setembro, 2021
Empréstimo para abrir empresa em 2022

Precisa de capital extra para abrir sua empresa? Veja mais e saiba como se preparar da forma correta para sua nova empresa sair do papel.

Empréstimo para Microempresas
30 de agosto, 2021
Empréstimos para Microempresas em 2021

Aprenda neste artigo exclusivo como funciona e quais são as peculiaridades do empréstimo para microempresas.

Como escolher crédito?
08 de julho, 2021
Como escolher crédito para empresas?

Nossa equipe fez uma pesquisa ampla para ajudá-lo(a) a tomar a melhor decisão de crédito para sua empresa.

Corretora de Valores
08 de julho, 2021
Crescimento empresarial sem equity - tudo sobre linha de crédito

Todas empresas precisam de capital para iniciar as operações ou continuar crescendo, mas qual a melhor alternativa de captação de recursos para uma empresa?

Corretora de Valores
15 de junho, 2021
5 passos para conseguir um empréstimo para sua empresa

Descubra a forma mais eficaz e tome a melhor decisão na contratação do empréstimo para sua empresa

Photo
30 de março, 2021
Capital de giro: o que é e como calcular?

Nossa equipe resumiu as principais informações que você precisa saber para entender de uma vez por todas o que é e como calcular o capital de giro da sua empresa.

Acesse nossos simuladores e conteúdos para melhorar o seu planejamento financeiro

Nosso próposito é ajudar nossos usuários a tomarem decisões financeiras mais inteligentes.