Veja mais em nosso Blog

VGBL ou PGBL - Qual a melhor opção? (2022)

Qual o melhor plano de previdência privada: PGBL ou VGBL? Explicamos a diferença entre eles para você tomar a decisão financeira mais inteligente.

Logo Soma$
Equipe Somas - Lorraine Moreira
*Atualizado em 24 de março, 2022

COMPARTILHE:

VGBL ou PGBL - Qual a melhor opção? (2022)VGBL ou PGBL - Qual a melhor opção? (2022)

A previdência privada é um investimento voltado à aposentadoria. Portanto, você constrói um patrimônio para se beneficiar quando chegar à terceira idade.

A iniciativa é tomada para que não seja preciso depender do Estado e, também, como forma de complementar sua renda do INSS. Outro ponto interessante é que estabelece o planejamento sucessório, ou seja, criar uma maneira estratégica de repassar os recursos financeiros para os herdeiros.

O momento de acúmulo de renda geralmente se dá na fase adulta, onde o indivíduo está produtivo e consegue trabalhar. Sendo que ele precisa separar uma porcentagem do seu salário para sua previdência.

Posteriormente, será possível retirar a quantia de uma só vez ou de forma parcelada, a depender da sua escolha.

Caso você queira viver uma vida confortável na velhice, criar um plano é importante. Por isso, saiba tudo o que precisa através deste artigo- não se esqueça de conferir “5 dicas para se planejar para a aposentadoria”.

Ao investir sozinho, provavelmente vai receber uma rentabilidade maior do que contratando uma previdência privada.


O que é PGBL e VGBL e qual a diferença entre eles?


O Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL) e a Vida Geradora de Benefício Livre (VGBL) são dois tipos de previdência privada - faça a simulação da aposentadoria e saiba o valor que precisa ter no ano em que se aposentar.

Ambos possuem diferenças, as quais são informadas nos seguintes tópicos:


PGBL

Ele possui a vantagem fiscal de abater 12% da renda bruta anual do Imposto de Renda (IR) quando você investe até 12% no PGBL no ano. O benefício é perdido quando a aplicação na modalidade passa da porcentagem citada.

Veja um exemplo: a renda total de 2022 foi de R$50 mil, 12% do valor pode ser retirado do cálculo do IR - a base tributada seria de R$44 mil.

É indicado para quem é CLT e faz a declaração do imposto completa. Além disso, é a categoria mais vantajosa quando se trata de pagamento de imposto durante a fase do acúmulo da quantia.

O aspecto negativo é que o IR incide sobre o valor total do PGBL e não só na rentabilidade.

Faça o cálculo do imposto de renda nessa categoria através de nosso simulador.


VGBL

O Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL) é mais benéfico para quem busca fazer planejamento sucessório.

O imposto é calculado com base no ganho de capital. Por isso, é útil para quem deseja aplicar mais de 12% da renda bruta anual ou é isento da declaração.

Ficou interessado? Use a calculadora VGBL para simular o regime regressivo ou progessivo, a fim de escolher a melhor alternativa.

Suas informações estão seguras com a Somas.


Vantagens


  • Planejamento sucessório

  • Portabilidade

  • Não há come-cotas


Desvantagens


  • Geralmente, a rentabilidade é menor do que se o indivíduo investisse de forma independente

  • Taxa de carregamento, administração e saída

  • Não há garantia do FGC


Por que devo analisar a escolha?


Decidir aleatoriamente o tipo de previdência que vai aderir não é a opção mais estratégica para garantir vantagens.

Caso você queira se apropriar do benefício fiscal característico do PGBR, precisa se adaptar a norma de investir até 12% nele. Mais do que isso te levará ao prejuízo, uma vez que o VGBL tem a cobrança de IR focada na rentabilidade e o outro faz o cálculo tendo o todo como base.

Ou seja, sem respeitar o teto de 12%, vai acabar pagando mais impostos do que no contrário.

Depois da decisão, não há a oportunidade de trocar a modalidade mesmo que você faça a portabilidade. Por isso, atente-se ao fato citado acima.


Fatores de impacto



Tabela de tributação

Uma das formas é a partir da regressiva, a qual diminui a alíquota cobrada conforme o tempo de investimento. Ou seja, quanto maior o período de aplicação, menor o custo.

Já a progressiva confere a renda anual, sendo que quanto maior ela for, mais imposto pagará. Por outro lado, é isenta de imposto para quem possui renda anual de até R$22,84 mil. Aqueles que detêm uma renda anual que ultrapasse R$55,976 mil, pagam 27,5%.

Precisa de ajuda? Cadastre-se na assessoria financeira gratuita da Somas.


Taxas

  • Administração: existem pessoas que administram esse tipo de investimento, as quais devem ser remuneradas pelo serviço prestado. Essa taxa visa fazer tais pagamentos.

  • Carregamento: os custos envolvidos na operação dos aportes fazem parte dessa cobrança. Vão de 0% a 6%.

  • Saída: valor cobrado para iniciar a previdência, além de fazer saques de forma antecipada ao acordado. Caso seu contrato especifique que nos casos de portabilidade você deve pagar algum valor, ele também está inserido nessa categoria.


Carteira do fundo

Não é só a modalidade da previdência que impacta o seu futuro, a composição do fundo também.

A lei autoriza que até 70% seja de renda variável, mas quanto mais ativos correspondem a essa categoria, mais arriscado é. Sendo assim, é útil para quem tem perfil moderado ou arrojado.

Vale pontuar que correr risco é melhor para pessoas mais novas, já que possuem maior tempo para trabalhar e recuperar os danos-inclusive, confira o texto ”aposentadoria por idade.


Tipo de resgate

Existe a possibilidade de pegar a quantia total de uma só vez, sendo interessante para aqueles que possuem um sonho que exige um gasto alto, como adquirir um imóvel.

A outra maneira é receber a renda parceladamente.

Monte seu plano para aposentadoria.

Encontre um assessor de investimentos da XP para ajudar com suas finanças através da Somas.

Suas informações estão seguras com a Somas.


Previdência social


Mesmo construindo uma aposentadoria privada, você pode possuir uma previdência social. Para isso, precisa ser contribuinte do INSS.

A privada não fornece alguns recursos que a outra dispõe, como auxílio-doença e salário-maternidade. Ainda assim, há planos que garantem seguro para determinadas situações da família.

Vale ressaltar que depender exclusivamente do governo para seu futuro não é uma boa opção. Por isso, geralmente, as pessoas optam pelas duas estratégias.


Conclusão


Fazer uma previdência privada é interessante para qualquer pessoa que busque uma vida tranquila na terceira idade.

Você deve estar atento ao que escolhe para não pagar altas taxas de administração e carregamento, por exemplo.

Por fim, continue acompanhando a Somas e leia o artigo “o que são fundos de investimento?”.


Veja mais sobre investimentos:

Diariamente novos artigos especialmente produzidos por nossa equipe para que você possa tomar decisões financeiras mais inteligentes

14 de novembro, 2022
Blindagem Patrimonial: o que é e como fazer? (2022)

Blindagem patrimonial é um procedimento para a proteção do patrimônio de pessoas físicas a partir do poder jurídico.

14 de novembro, 2022
Renda Passiva: o que é e como conseguir? (2022)

A renda passiva é o valor adquirido por meio de investimentos em produtos financeiros. Veja como obter e complementar sua renda.

14 de novembro, 2022
WACC: o que é, para que serve e como realizar esse cálculo? (2022)

O custo médio ponderado de capital é um instrumento importante para detentores de títulos de empresa. Veja mais sobre o assunto.

14 de novembro, 2022
Fundo Fiduciário: o que é e como funciona? (2022)

Fundo fiduciário é um contrato feito para a transferêcia de patrimônio de famílias ou empresas. Veja mais sobre o assunto nesse artigo.

14 de novembro, 2022
Deflação: o que é e como ela impacta os seus investimentos? (2022)

Deflação é o oposto de inflação. Saiba as vantagens e desvantagens de investir no cenário de queda de preços.

14 de novembro, 2022
Fundo Previdenciário: o que é e vale a pena? (2022)

Fundo previdenciário é um plano de previdência privada administrado por empresas do setor financeiro. Veja mais sobre o assunto.

10 de novembro, 2022
Índice futuro: o que é e qual sua importância? (2022)

O índice futuro é um contrato de derivativo operado por especuladores no mercado futuro.

10 de novembro, 2022
Joint Venture: o que é e como funciona? (2022)

Joint Venture é o acordo legal firmado entre duas empresas para conquistar um objetivo específico.

10 de novembro, 2022
Modelagem Financeira: entenda o que é e sua importância (2022)

A modelagem financeira é um sistema que projeta a capacidade de uma empresa de gerar caixa no futuro.

10 de novembro, 2022
Balanço Patrimonial: o que é e como analisar uma empresa através? (2022)

Balanço patrimonial é uma demonstração financeira que apresenta a saúde financeira de uma companhia.

10 de novembro, 2022
Payroll: o que é qual sua importância no mercado? (2022)

Payroll é o principal indicador de empregos da economia dos Estados Unidos. Veja mais sobre e os impactos no mercado.

10 de novembro, 2022
Trade Off: o que é? (2022)

Trade off é escolher algo em detrimento de outra opção. Veja exemplos práticos e entenda mais sobre.

10 de novembro, 2022
Valor Patrimonial: o que é? (2022)

O valor patrimonial é um indicador resultante da divisão do patrimônio líquido da empresa pelo número de ações.

10 de novembro, 2022
Value Investing: o que é e como utilizar? (2022)

O value investing é uma forma de avaliar ações listadas na Bolsa de Valores. Veja mais sobre como utlizar essas técnicas.

10 de novembro, 2022
Wealth Management: o que é e como funciona? (2022)

Wealth Management é uma gestão de patrimônio com diferentes serviços relacionados a finanças para pessoas com elevado poder aquisitivo.

Acesse nosso Blog

Acesse nosso conteúdo e saiba mais sobre finanças pessoais, economia e assuntos diversos.

Toda semana artigos novos especialmente produzidos por nossa equipe para que você possa tomar decisões financeiras mais inteligentes

Acesse nossos simuladores e conteúdos para melhorar o seu planejamento financeiro

Nosso próposito é ajudar nossos usuários a tomarem decisões financeiras mais inteligentes.