Quer ajuda para tomar suas decisões de investimentos? Clique aqui.

Suas informações estão seguras com a Somas.


Simulador de Offshore

Para apresentar os principais benefícios de investir via empresa Offshore, criamos esse simulador que compara o cenário entre investir no Brasil ou no exterior via estrutura Offshore. Utilizamos o período de 10 anos para fornecer um panorama geral e comparação eficiente.

COMPARTILHE:



Suas informações estão seguras com a Somas.

Para a análise abaixo, consideramos o período de 10 anos para fins de demonstração dos resultados investindo via estrutura Offshore ou Brasil.


DADOS GERAIS


R$

O valor que possui disponível hoje para investir no exterior. Iremos fazer a comparação desse valor com um investimento no Brasil.

%

Variação do câmbio estimado para os próximos 10 anos. A variação dos últimos 10 anos foi cerca de 150%. Caso não queira projetar, pode deixar em 150%.

Anos

DADOS BRASIL


%

Rendimento bruto estimado que conseguirá ao ano em investimentos no Brasil.

Classe

Escolha a classe de investimentos no Brasil. Importante, pois o resultado final da simulação dependerá do cálculo automático de tributos que fazemos de acordo com a classe de fundos.


DADOS OFFSHORE


%

Rendimento bruto estimado que conseguirá ao ano em investimentos no exterior.


Dados Iniciais


O valor disponível hoje para investimento via Offshore ou no Brasil.

O período de tempo que o capital estará investido. Para fins de simulação, consideramos o período de 10 anos.


Resultado Offshore


Custo de Abertura / Jurídico: R$ 25.000,00

Para criar a offshore é necessário dispender alguns custos processuais e jurídicos. Estimamos no valor acima.

O valor do IOF para mandar recursos ao exterior para investimentos é de 0,38%.

Há um custo para transformar os reais em dólar americano. Estimamos em 2%.

Descontamos o valor de IOF e Custo de Abertura / Jurídico.

Estimamos o valor futuro que terá em R$, considerando a valorização cambial estimada, rentabilidade no exterior e coonsiderando que você não irá repatriar os recursos.

Valor estimado para transferência dos bens no final do ano 10: R$ 0,00

Caso possua os ativos no exterior na pessoa física, mais especificamente se os ativos estiverem estabelecidos nos EUA, o investidor ficará sujeito a um imposto sobre sucessão de até 40% (variando de estado para estado) sobre o valor que exceder os USD 60.000,00. No caso da Offshore existe o Joint Tenancy que por assim dizer, é um tipo de condomínio em que cada um tem o todo. Podemos definir a joint tenancy como a propriedade conjunta, onde cada sócio tem 100% da participação, existindo um tipo de responsabilidade solidária, ou seja, aquela em que cada um responde pelo todo e depois pode cobrar dos demais a sua parte.


Resultado Brasil


*Consideramos 3 resgates no período no Brasil, já que esse é um comportamento regular do investidor realizar resgates no período. No investimento offshore, o pagamento do imposto sobre o ganho de capital é realizado apenas no momento da repatriação do recurso. Ou seja, você pode mudar as classes de ativos sem pagar nenhum imposto.

O valor futuro que terá no momento de resgate no final do décimo ano. Fazemos ajuste tributário de acordo com a classe de investimento selecionada.

Valor estimado para transferência dos bens no Brasil no final do ano 10:

O valor estimado que custará a transferência via doação ou falecimento. Estimamos em 4%, porém varia de estado para estado.

As informações fornecidas por este site não compreendem uma assessoria fiscal tampouco refletem todas as considerações de natureza tributária que possam ser relevantes para um investidor em função das suas circunstâncias particulares.


Antes de tudo, o que é uma empresa offshore?


Uma empresa offshore pode ser estruturada por pessoa jurídicas ou físicas. Torna-se uma excelente oportunidade para realizar negócios ou investimentos em outros países, visando uma eficiência tributária, ou seja, pagando menos impostos referentes aos ganhos de capital.

Normalmente, offshore é entendido por sociedades estabelecidas naqueles países que oferecem normas regulatórias flexíveis, vantagens fiscais e tributárias para instituições financeiras.

Uma empresa offshore pode ser estruturada por pessoa jurídicas ou físicas. Torna-se uma excelente para realizar negócios ou investimentos em outros países, visando uma eficiência tributária, ou seja, pagando menos impostos referentes aos ganhos de capital.

Atualmente, é regulamentado pelo Banco Central do Brasil (BACEN). Os investidores que resolvam abrir uma offshore, precisam apenas declarar à Receita Federal do Brasil e ao BACEN.

De acordo com o BACEN, países nos quais grande parte das offshores são constituídas são de forma geral centros que oferecem aos detentores de empresas jurisdições que oferecem tributação baixa ou mesmo zero, regulamentação flexível do setor financeiro, além de possuir regras bastante rígidas referentes ao sigilo bancário e/ou anonimato.


Quais países podem ser considerados paraísos fiscais?


Países que oferecem benefícios tributários, como por exemplo, cobrando pouco ou até mesmo nenhum tributo relacionado aos investimentos, dessa forma aumentando o fluxo de capital estrangeiro. Além da vantagem tributária, conforme mencionamos anteriormente, a questão do sigilo bancário e uma flexibilização da comprovação da origem do recurso, caracterizam países considerados paraísos fiscais.

A legislação do Brasil classifica um país como paraíso fiscal aquele que incida uma tributação ou alíquota inferior a 20%. No próprio site da Receita Federal, é disponibilizada a lista com mais de 60 países que possuem as características acima. Dentre eles, destacamos os mais conhecidos, que são:

  • Bahamas

  • Ilhas Cayman

  • Chipre

  • Panamá

  • Mônaco

  • Ilhas Virgens Britânicas


Vantagens – Empresa Offshore


Existem uma série de vantagens de constituir uma empresa offhsore. Como falamos anteriormente, nessas jurisdições você pagará menos impostos referentes ao ganho de capital com seus investimentos e/ou negócios.

Além disso, por estar depositado em dólar americano, euro e outras moedas fortes, o seu patrimônio ficará protegido da volatilidade cambial, principalmente em países que possuem um risco fiscal e político grande, no caso o Brasil.

O detentor de cotas de offshore, também terá acesso a financiamento com juros reduzidos.

Pensando em uma blindagem patrimonial, os seus investimentos via offshore contam com um sigilo e privacidade maior do que comparado ao Brasil.

Em relação ao planejamento sucessório, também há diversas vantagens. Possuindo seu patrimônio em uma estrutura offshore, resultará em custo menores ou inexistentes para transmissão dos bens, dessa forma evitando eventuais desgastes e processo morosos com inventário no Brasil.

Já em relação aos custos, é bastante importante entender em detalhes os custos de abertura e manutenção da estrutura. Conforme já mencionamos acima, o beneficio tributário permitirá uma redução dos custos relacionado aos impostos, porém, é importante ressaltar que é necessário contar com ajuda jurídica e de planejamento patrimonial para que o investidor não cometa erros que possam tornar o investimento via offshore desvantajoso.


Quais são os principais custos para abrir uma Offshore?


São diversos fatores que podem influenciar os custos relacionados a estruturação e manutenção de uma empresa offshore.

De forma geral, o custo jurídico e processual para abrir uma empresa offshore voltada para investimentos ficará em torno de R$ 25.000.

Além disso, é necessário considerar a manutenção, ou seja, gastos recorrentes que terá com a offshore. Esse valor ficará em torno de R$ 15.000 por ano.

Outros custos que devem entrar na conta são o IOF e spread cambial, ambos relacionados ao envio do recurso.

Para envio de recursos destinado à investimentos, o IOF ficará em 0,38% e será cobrado no momento do envio. Além disso, para transformar o valor que possui em reais ou outra moeda para dólar americano, euro e outros, você terá um spread sobre o câmbio que normalmente ficará em torno de 2% do valor da transferência de recursos.


Tipos de Empresa Offshore


As empresas de Offshore não são todas iguais. Atualmente, há 3 tipos de empresas Offshore que são mais comuns:

1. Limited Liability Company (LLC)

Semelhante às LTDAs brasileiras, os sócios possuem responsabilidade limitada. Não há necessidade de visto ou mesmo de residência no país de abertura da Offshore. Além disso, com a LLC, os sócios podem migrar 100% das atividades dentro dessa estrutura.

2. International Business Company (IBC)

As IBCs possuem algumas diferenças pontuais se comparadas às LLCs. A primeira é que os sócios da empresa precisam ter residência nos países que irão implementar as empresas. Uma outra diferença é que o capital social é internacional.

3. Trust Offshore

O principal objetivo de uma Trust Offshore é terceirizar bens e direito.

Em uma escala de 1 a 10, o quanto você indicaria essa página da Somas para um amigo(a)?

Siga a Somas para lives, conteúdos e muito mais:

Veja mais sobre investimentos:

Diariamente novos artigos especialmente produzidos por nossa equipe para que você possa tomar decisões financeiras mais inteligentes

25 de setembro, 2023
Quanto Rende 3 Milhões em Diferentes Estratégias Financeiras [2024]

Ter esse valor na conta seria sinônimo de tranquilidade para a esmagadora maioria das pessoas. Mas existem opções além da poupança para deixar o dinheiro render.

25 de setembro, 2023
Você sabia que é possível investir no esporte? [2024]

De maneira resumida, o trader esportivo consiste em realizar operações na Bolsa Esportiva a favor ou contra um acontecimento durante uma partida, disputa, campeonato, entre outros.

25 de setembro, 2023
Fundos de investimento imobiliário: conheça mais! [2024]

Descubra como multiplicar seu patrimônio com Fundos de Investimento Imobiliário (FIIs).

25 de setembro, 2023
Mercado de opções: como funciona? [2024]

Esse investimento é uma boa alternativa para diversificar a carteira. Seu preço irá variar de acordo com o comportamento do ativo-objeto.

25 de setembro, 2023
Networking: Aprenda a usar o seu tempo para construir bons relacionamentos [2024]

Conheça tudo sobre networking e evolua pessoalmente e profissionamente!

25 de setembro, 2023
Entenda como chegar no seu primeiro milhão [2024]

Alcançar o primeiro milhão é possível, desde que se tenha disciplina financeira e constância.

25 de setembro, 2023
Cisne Negro: Você sabe o que é no mercado financeiro? [2024]

Fenômenos imprevísiveis que impactam o mercado financeiro são conhecidos dessa forma.

25 de setembro, 2023
Como investir 5 milhões de reais? [2024]

Ter uma quantia elevada à disposição traz tranquilidade, mas também pode provocar uma série de dúvidas a respeito dos investimentos.

28 de agosto, 2023
Alíquota: o que é e como funciona? [2024]

De forma resumida, a alíquota representa o percentual utilizado como base de cálculo para um imposto a ser pago por pessoa física ou jurídica.

20 de junho, 2023
Bolsas de valores internacionais e as oportunidades de lucro! [2024]

Ao contrário do que muita gente pensa, investir em bolsas de valores internacionais não precisa ser complicado.

20 de junho, 2023
Entenda como chegar no seu primeiro milhão [2024]

Alcançar o primeiro milhão é possível, desde que se tenha disciplina financeira e constância.

28 de agosto, 2023
Taxa de juros com alta histórica nos EUA: o que isso representa para o investidor brasileiro? [2024]

A taxa de juros americana alcançou um patamar próximo de países emergentes. Como isso impacta o investidor brasileiro?

20 de junho, 2023
Retail Liquidity Provider (RLP): entenda o que é e como funciona [2024]

RLP: a sigla significa Retail Liquidity Provider, ou Provedor de Liquidez para o Varejo em bom português. Veja tudo sobre!

20 de junho, 2023
Mercado a Termo: o que é e como funciona? [2024]

Mercado a termo envolve a operação de compra e venda de derivativos, com prazo de vencimento em uma data futura.

Acesse nosso Blog

Acesse nosso conteúdo e saiba mais sobre finanças pessoais, economia e assuntos diversos.

Toda semana artigos novos especialmente produzidos por nossa equipe para que você possa tomar decisões financeiras mais inteligentes

Próximos passos

Quanto posso pagar no meu próximo imóvel?

Utilize nosso simulador e saiba quanto você pode gastar no seu próximo imóvel. Nossa calculadora simula os dados do financiamento, rendimento mensal e te fornece uma resposta assertiva.

Acesse aqui
É melhor alugar ou comprar um imóvel?

Está na dúvida se vale a pena alugar ou comprar um imóvel? Acesse nosso simulador e tenha toda inteligência para que você possa tomar a decisão. É super simples. Acesse e tome sua decisão com a ajuda da Somas.

Acesse aqui
Quanto pagar de imposto na venda do seu imóvel?

Criamos todas regras para que você possa calcular quanto pagar de imposto na renda sobre a venda do seu imóvel. Acesse nosso simulador exclsuivo e veja se vale a pena vender a sua casa ou apartamento.

Acesse aqui
Quanto pagar de IPTU e ITBI nas maiores cidades?

Nosso time pesqisou em diversas cidades e compilou as informações para que você você possa simular o quanto irá pagar de IPTU e ITBI. Válido para imóveis residenciais para diversas cidades no Brasil.

Acesse aqui

Acesse nossos simuladores e conteúdos para melhorar o seu planejamento financeiro

Nosso próposito é ajudar nossos usuários a tomarem decisões financeiras mais inteligentes.