Veja mais em nosso Blog

6 passos para iniciar os investimentos com pouco dinheiro

Como iniciar seus investimentos com pouco dinheiro

Logo Somas
Equipe Soma$
17 de novembro, 2020

COMPARTILHE:

Para muitas pessoas, a palavra "investir" evoca imagens de executivos, monitorando a troca de milhões de Reais em ações e outros títulos.

Estamos aqui para dizer que você não precisa ser o Lobo de Wall Street para começar a investir. Mesmo que você tenha apenas alguns Reais de sobra, seu dinheiro crescerá com juros compostos.

A chave para construir riqueza é desenvolver bons hábitos — como guardar dinheiro todos os meses. Troque os cafezinhos feitos por baristas por café em casa e você já pode estar economizando mais de R$ 50 por mês.

Uma vez que você tem um pouco de dinheiro para brincar, você pode começar a investir.

Em 2020, você tem acesso a um encontro, uma carona ou uma pizza com o deslize de uma tela de smartphone. Investir não é diferente.

Com tantas opções diferentes, investir para iniciantes é mais simples e simples do que nunca.

Em breve você verá o quão viciante acumular dinheiro pode ser.

Aqui estão seis maneiras simples de chegar lá:

1. Tente o método do Porquinho

Economia
Um pouco a cada mês

Economizar dinheiro e investir andam juntos. Para investir dinheiro, primeiro você tem que economizar um pouco. Isso vai levar muito menos tempo do que você pensa, e você pode fazê-lo em passos muito pequenos.

Se você nunca foi um poupador, você pode começar guardando apenas R$30 por semana. Pode não parecer muito, mas ao longo de um ano, chega a mais de R$ 1.500.

Tente colocar R$10 em um porquinho, envelope, caixa de sapatos, um pequeno cofre ou pote de biscoitos. Embora isso possa parecer bobo, muitas vezes é um primeiro passo necessário. Coloque-se no hábito de gastar menos do que ganha e esconda as economias em um lugar seguro.

O equivalente eletrônico do pote de biscoitos é a Poupança. O dinheiro pode ser sacado na hora se você precisar, mas não está vinculado ao seu cartão de débito. Então, quando o estoque é grande o suficiente, você pode tirá-lo e movê-lo para alguns veículos de investimento mais sofisticados.

Comece com pequenas quantidades de dinheiro e, em seguida, aumente à medida que você ficar mais confortável com o processo. Pode ser uma questão de decidir não ir ao McDonald's ou ao cinema e colocar esse dinheiro no pote de biscoitos.

Suas informações estão seguras com a Somas.

2. Comece a investir em ações com pouco dinheiro

Economia 1
De pouo em pouco o bolo cresce

Muitos aplicativos de investimento oferecem milhares de ações e ETFs sem taxas de comissão sobre negociações e sem mínimos de conta. Com essas plataforma, você pode comprar a maioria das ações através de frações, para que você não precise gastar milhares de Reais para se tornar um acionista em grandes empresas que você quer investir.

Essas plataformas facilitam o investimento e o usuário: basta escolher suas ações e ETFs, inserir a quantidade de dinheiro que gostaria de investir.

Também oferecem uma experiência de investimento social tornando-o uma ótima opção para investidores iniciantes. Você se torna mais alfabetizado financeiramente enquanto aprende sobre investir.

3. Tente sua sorte no mercado imobiliário

Economia 2
Você pode começar a investir em imóveis com pouco

Acredite ou não, você não precisa mais de muito dinheiro (ou mesmo boa nota de crédito) para investir em imóveis. Uma nova categoria de investimento conhecida familiarmente como Fundo de Investimentos Imobiliários (FII) torna possível possuir ações fracionadas de grandes propriedades sem a dor de cabeça de ser proprietário.

O lado bom é possuir um pedaço de um ativo físico real que não está necessariamente correlacionado com o mercado de ações.

Como acontece com outros investimentos, investir em FIIs traz custos que você não pagaria se comprasse um imóvel. Mas aqui, as vantagens são óbvias: você compartilha o custo e o risco com outros investidores e não tem responsabilidade em manter o imóvel (ou mesmo fazer a papelada para comprá-lo!).

4. Inicie seu investimento previdenciário

Se você está com um orçamento apertado, mesmo o simples passo de se inscrever em seu plano de aposentadoria (PGBL ou VGBL) pode parecer além do seu alcance. Mas você pode começar a investir em um plano de aposentadoria patrocinado pelo empregador com quantias tão pequenas que você nem vai notá-los.

Este é um passo fundamental!

Por exemplo, planeje investir apenas 1% do seu salário todo mês.

Você provavelmente não vai notar uma contribuição tão pequena, mas o que torna ainda mais fácil é que a dedução de impostos que você vai obter para fazê-lo vai fazer a contribuição ainda menor.

Uma vez que você se comprometa com uma contribuição de 1%, você pode aumentá-la gradualmente a cada ano. Por exemplo, no segundo ano, você pode aumentar sua contribuição para 2% do seu salário. No terceiro ano, você pode aumentar sua contribuição para 3% do seu salário, e assim por diante.

Se você sincronizar os aumentos com o seu aumento salarial anual, você notará o aumento da contribuição. Então, se você receber um aumento de 2% no salário, ele estará efetivamente dividindo o aumento entre seu plano de aposentadoria e sua conta corrente. E se o seu empregador fornecer uma contribuição correspondente, isso tornará o arranjo ainda melhor.

5. Ponha seu dinheiro em fundos de investimentos com baixo valor de entrada

Economia 3
Fundos de investimento com valor de entrada baixo

Fundos de Investimentos são títulos de investimento que permitem que você invista em uma carteira de ações e títulos com uma única transação, tornando-os perfeitos para novos investidores.

O problema é que muitos Fundos exigem investimentos mínimos iniciais entre R$10.000 e R$ 50.000. Se você é um investidor pela primeira vez com pouco dinheiro para investir, esses mínimos podem estar fora de alcance. Mas alguns Fundos estão mudando isso e permitindo alocações iniciais de até R$100, democratizando o acesso a esses veículos.

6. Reduza seu Risco com títulos do Governo

Nem todos pequenos investidores começam sua jornada de investimento com títulos do Tesouro, mas você pode. Você nunca vai ficar rico com esses títulos, mas é um lugar extremamente seguro para alocar seu dinheiro — e ganhar pelo menos algum retorno — até que você esteja pronto para entrar em investimentos de maior risco/retorno mais alto.

Os títulos do Tesouro são fáceis de comprar através de corretoras via o sistema do Tesouro Direto. Lá você pode comprar títulos do governo com vencimentos diversos em valores tão baixos quanto R$ 500.

Você também pode usar o Tesouro Direto para comprar Títulos Protegidos da Inflação, ou NTNB. Estes não só pagam juros, mas também fazem ajustes principais periódicos para contabilizar a inflação com base nas mudanças no índice de preços ao consumidor (IPCA).

Infelizmente, os rendimentos do Tesouro Direto estão cada vez mais baixos e não há fim à vista para seu desempenho pífio. Isso faz dos tesouros um lugar para guardar dinheiro em vez de uma maneira de aumentar seu dinheiro.

Créditos ao Money Under 30

Veja mais sobre investimentos:

Diariamente novos artigos especialmente produzidos por nossa equipe para que você possa tomar decisões financeiras mais inteligentes

17 de setembro, 2022
Investidor Anjo: o que é? [2022]

O investidor anjo realiza investimentos em empresas novas que possuem um alto potencial de crescimento e risco. Conheça mais sobre.

17 de agosto, 2022
Free Float: o que é e qual a importância desse indicador? [2022]

O Free Float é uma métrica referente ao percentual de ações de uma determinada empresa disponíveis para negociação no mercado. Veja mais sobre o assunto.

17 de agosto, 2022
Subscrição: o que é e para que serve? [2022]

Veja o que é a subscrição e como utlizar para beneficiar sua carteira de investimentos.

17 de agosto, 2022
Holding: o que é e suas vantagens? [2022]

Uma holding é uma empresa que possui participação em outras empresas. Saiba como funciona e como constituir uma holding.

17 de agosto, 2022
Cotação: o que é e como funciona? [2022]

Entenda o significado de cotação, suas utilidades e como funciona para o mercado financeiro.

17 de agosto, 2022
Tape Reading: entenda o conceito e sua funcionalidade na prática [2022]

Amplamente utilizada por traders para encontrar oportunidades no mercado, o Tape Reading é um termo amplamente utilizado.

17 de agosto, 2022
Bull e Bear Market: o que o touro e o urso significam no mercado financeiro? [2022]

Conheça o termo amplamente empregado no mercado financeiro para ciclos de bolsa de alta e baixa.

17 de agosto, 2022
Circuit Breaker: o que é e os últimos eventos que acionaram [2022]

Você já conhece o termo circuit breaker? Entenda esse sistema que pode ser acionado em momentos de extremo pessimismo nas bolsas de valores.

17 de agosto, 2022
Fundos Imobiliários de Tijolo: o que são? [2022]

Já conhece os fundos imobiliários de tijolo? Veja suas principais características, como investir e selecionar as melhores opções do mercado.

17 de agosto, 2022
Renda Variável x Renda Fixa: quais são as diferenças? [2022]

Uma carteira de investimentos balanceada possui produtos de renda fixa e variável. Veja mais sobre cada classe de ativos e tome melhores decisões de investimento.

17 de agosto, 2022
Ágio: o que é e como funciona? [2022]

O valor cobrado em excesso por uma mercadoria ou mesmo operação financeira é chamado de ágio. Veja mais nesse artigo sobre o tema.

Acesse nosso Blog

Acesse nosso conteúdo e saiba mais sobre finanças pessoais, economia e assuntos diversos.

Toda semana artigos novos especialmente produzidos por nossa equipe para que você possa tomar decisões financeiras mais inteligentes

Acesse nossos simuladores e conteúdos para melhorar o seu planejamento financeiro

Nosso próposito é ajudar nossos usuários a tomarem decisões financeiras mais inteligentes.